Fanático por tecnologia, Guilherme está em dúvida entre o vôlei e a medicina
Clique para ampliar

Ex-aluno do GEO Juan Antônio Samaranch, de Santa Teresa, Guilherme Aguiar conhece bem os caminhos do Intercolegial. Ano passado, por exemplo, ficou em segundo lugar na extinta categoria sub-15 não federada. Este ano, voltou a disputar a modalidade, mas num novo colégio, o Sesi Maracanã, já que a escola municipal vai até somente o nono ano do ensino fundamental. 

– Jogo vôlei desde os 13 anos. Ano passado perdi a final para o MV1 e este ano estou num novo colégio, que está entrando agora no Inter. Ou seja, tudo novo para todo mundo – disse Guilherme. 

Aluno do primeiro ano do ensino médio, o jovem ainda não sabe que carreira pretende seguir futuramente, mas já tem perspectivas. 

– Quero ser jogador profissional de vôlei ou cardiologista. Mas também adoro tecnologia. Por isso, penso em ser designer de games também – disse o aluno do primeiro ano do ensino médio. 

Solteiro, Guilherme é muito perfeccionista e vaidoso, principalmente com o seu cabelo. 

– Passo alguns produtos para deixá-lo assim – encerrou aos risos.

Em quadra, o Sesi Maracanã acabou superado por 2 sets a 0, num duplo 25 a 20, pelo Garriga de Menezes, de Jacarepaguá.





Voltar