O Intercolegial chega aos 40 anos em 2022. O que parecia um sonho ainda no século passado, nos idos de 1982, se transforma em realidade, proporcionando experiências únicas e transformando a vida de muitos estudantes espalhados pelo Estado do Rio. Assim como no ano passado, a programação dos Jogos terá seis modalidades: futsal, basquete, vôlei, handebol, skate e xadrez. A competição será disputada de abril a novembro.

A história do Inter é bem conhecida por todo o pessoal ligado ao esporte entre estudantes. Os Jornais de Bairro foram lançados em 1982 nas edições do GLOBO e sua editoria buscava uma promoção popular para acompanhar a novidade. Péricles Barros foi o responsável por esse projeto. A ideia de uma competição estudantil esportiva, elaborada por Roberto Garofalo e José Sebastião, com vários esportes olímpicos, foi aprovada, junto com outro evento esportivo, o Campeonato de Vôlei de Rua. Em 1983, as duas estavam no ar, uma em cada semestre.

Durante cinco anos caminharam juntos até que em 1988, o Intercolegial passou a ocupar os dois semestres e se tornou a grande promoção esportiva dos Jornais de Bairro. O recorde de participação continua em poder da primeira edição, com 472 colégios inscritos. As competições, anteriormente, eram realizadas de segunda a domingo. Atualmente, apenas aos sábados e domingos.

Os Jogos já contaram com 16 modalidades, sendo que o vôlei e o handebol são os únicos presentes desde o início. Do grupo de esportes que formam a programação de 2022, o xadrez teve um período de 1983 a 1988 e depois retornou em 2007. Já o skate entra em seu sexto ano na competição, aumentando a participação de alunos a cada edição. O futsal e o basquete, ambos com muita tradição, complementam o Inter 40 anos.

Desde 2020, a pandemia obrigou mudanças em toda a sociedade. Com as escolas fechadas, o Intercolegial não teve como ser disputado presencialmente, mas não deixou de marcar presença. O xadrez online deu continuidade aos 38 anos ininterruptos da competição. No ano passado, a vacinação possibilitou o retorno às disputas e os Jogos voltaram com a exigência de um protocolo sanitário rígido, elaborado pelo Hospital Sírio Libanês.

Aliado à educação, o esporte é o fio condutor do Intercolegial. E ver os jovens voltarem a praticar as modalidades nas quadras, nas pistas, nos tabuleiros e nas areias para a disputa da 39ª edição foi uma emoção indescritível. Nos tempos atuais, no entanto, a solidariedade se tornou imprescindível devido às dificuldades que muitas famílias estão passando durante a pandemia. Foi assim que surgiu o Intersolidário, que ano passado contou com 18 colégios inscritos e arrecadou 14 toneladas de suprimentos. Considerada mais uma grande jogada do Inter, a ação está mantida na programação deste ano.

Agora é aproveitar a História e o legado imenso para escrever mais um capítulo inesquecível no Intercolegial 40 anos.