Muso do Ciep Jean Baptiste Debret tem atuação decisiva no handebol
Clique para ampliar

A classificação do o Ciep Jean Baptiste Debret, de São João de Meriti, para a final da categoria sub-18 masculina do handebol com vitória por 29 a 26 sobre o Triângulo, de Bento Ribeiro, teve um gostinho de revanche. Isso porque a escola da Zona Norte derrotou a da Baixada na final do Estadual em setembro.

Empolgado com a classificação, Rafael Oliveira mostrou que o revés ainda não foi esquecido. O muso das semifinais da modalidade do Intercolegial 35 anos, ainda estava recobrando as forças ao fazer a análise do duelo disputado na Vila Olímpica do Mato Alto.

- O jogo foi bem difícil. A gente perdeu a final para eles no Estadual por quatro gols, mas conseguimos treinar mais para buscar a vitória agora. A equipe conseguiu jogar coletivamente e fomos bem - garante Rafael, de 16 anos.

E o jogo foi muito disputado mesmo. O Debret se manteve na frente do placar durante todo o jogo, mas o Triângulo fez jogo duro. No fim, a qualidade da escola de São João de Meriti se sobressaiu. Agora, o Debret encara o Santa Mônica Centro Educacional, inscrito por Cascadura, na decisão do título.

Jogador de handebol desde os 9 anos, o ponta Rafael colaborou para a vitória do Debret. Além do sonho de se profissionalizar, ele quer seguir carreira militar.

- Pretendo seguir carreira sim, me profissionalizar. Também quero seguir estudando e fazer prova para a aeronáutica - finalizou.

Na foto abaixo, Rafael dá um pique durante o confronto do Ciep Debret com o Triângulo.





Voltar