Com apoio de ex-alunos, Sesi Maracanã desenvolve projeto no vôlei e obtém bom resultado em sua estreia
Clique para ampliar

O Sesi Maracanã teve um reforço de peso no ginásio do Sesc Tijuca, na segunda rodada do vôlei do 37° Intercolegial Sesc O GLOBO. Uma torcida muito animada e numerosa deu ares de final de Copa do Mundo para o jogo entre as meninas do Sesi e do Centro de Formação Nogueira Mineiro, de Caxias, pela categoria sub-18 não federada. E os torcedores ajudaram a empurrar o time para a vitória por 2 a 0 (25 x 20/25 x 18).

Um grupo destes torcedores faz parte de um projeto do próprio time de vôlei da escola. São ex-alunos que voltaram voluntariamente para o Sesi para ajudar na preparação dos times da modalidade.

– Na arquibancada tem ex-aluno, aluno, responsável pelas jogadoras... Nós desenvolvemos um projeto onde os ex-alunos ajudam a gente. O meu auxiliar técnico, por exemplo, se formou no ano passado mas ele retornou par fazer parte desse projeto com a gente. Tem oito ou nove ex-alunos voluntariamente na comissão, só por gostarem – conta o treinador Bruno Miguel, acrescentando que o papel deles vai muito além de estimular as garotas.

– Não é só incentivo para as meninas, mas tecnicamente eles também ajudam, passando fundamento, estratégia de jogo... Eles estão com a gente em todos os sentidos – completa Bruno.

E a boa partida das meninas do Sesi Maracanã é uma prova de que o projeto está dando resultado. Em jogo muito disputado, a escola saiu perdendo para o Nogueira Mineiro, mas reagiu e conseguiu a virada ainda no primeiro set. Agora, o treinador já projeta o próximo jogo.

– Temos que melhorar principalmente o estado psicológico. A gente demorou para entrar no jogo. Depois que isso aconteceu, elas conseguiram botar a parte técnica e tática toda em quadra e a gente conseguiu virar e ter a vitória – analisa o professor. – O primeiro jogo tem toda uma influência, mas foi bom. Acho que a gente pega o Pedro II agora, que é um bom time também - continua Bruno Miguel, para em seguida esbanjar confiança:

– Já quebramos aquele negócio de estreia. Estou confiante. Acredito que a gente consiga fazer um bom jogo, independente do time. Eu confio muito no meu time.

O 37° Intercolegial é apresentado pelo Sesc, realizado pelo jornal O GLOBO e produzido pela Abadai Eventos.





Voltar